Os Ramos são formas de reunir os membros conforme sua faixa-etária e fase de desenvolvimento. O Programa Educativo adapta o Método Escoteiro às características evolutivas, às necessidades e ênfase de cada Ramo, se expressando por meio de um Marco Simbólico específico.

Ramo Lobinho

O Ramo Lobinho atua com crianças na faixa etária entre 6,5 e 10 anos, concentrando sua ênfase educativa no processo de socialização da criança. O marco simbólico desse Ramo está associado à obra “O Livro da Jângal”, de Rudyard Kipling, especialmente às aventuras de Mowgli, o Menino Lobo. O lema dos lobinhos é “Melhor Possível”.

 

Ramo Sênior

Concebido para atender às necessidades de desenvolvimento dos jovens de 15 a 17 anos, o Ramo Sênior tem ênfase no processo de autoconhecimento, aceitação e aprimoramento das características pessoais. A expressão “Superar seus próprios desafios” é o marco simbólico deste Ramo. O lema dos seniores é “Sempre Alerta”.

 

Ramo Escoteiro

Atuando com adolescentes de ambos os sexos com idades entre 11 e 14 anos, o Ramo Escoteiro tem foco na criação e ampliação da autonomia. Fundamentado na vida em equipe e no encontro com a natureza, o Ramo tem como marco simbólico a expressão “explorar novos territórios com um grupo de amigos”. O lema dos escoteiros é “Sempre Alerta”.

 

Ramo Pioneiro

Jovens-adultos entre 18 e 21 anos, de ambos os sexos, fazem parte do Ramo Pioneiro, que trabalha o processo de integração do jovem com a sociedade, privilegiando a expressão da cidadania, auxiliando-o a colocar em prática a Lei e Promessa Escoteira em um mundo mais amplo. O marco simbólico deste Ramo é representado pela expressão “tenho um projeto para minha vida”. O lema dos pioneiros é “Servir”.

 

A partir dos 18 anos, qualquer pessoa pode ingressar no Movimento Escoteiro como adulto voluntário, atuando como escotista, auxiliando os jovens na realização das atividades, ou como dirigente, realizando funções administrativas no grupo escoteiro.

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens