Indaba do 26º Distrito reúne mais de 70 escotistas e dirigentes do interior do estado

29 de janeiro de 2018

 

Nos dias 20 e 21 de janeiro aconteceu na cidade de Matão o Indaba do 26º Distrito Escoteiro da Região de São Paulo. O evento reuniu mais de 70 adultos voluntários dos grupos escoteiros dos municípios de Araraquara, São Carlos, Matão, Rio Claro, Araras e Leme. Segundo Baden-Powell, os guerreiros Zulus chamavam de Indaba a reunião dos seus chefes. A palavra significa “reunião de tribos”.

De acordo com Marina Chiode, comissária distrital do 26º, a atividade foi muito proveitosa: “Tivemos a participação de um número expressivo de representantes dos grupos escoteiros, entre escotistas, dirigentes e pioneiros”. Ela completou explicando sobre a dinâmica da reunião: “O Indaba é um momento rico de oportunidades, pois podemos alinhar os trabalhos a serem desenvolvidos durante o ano e proporcionar a formação necessária aos nossos voluntários, sem perder de vista um importante objetivo que é estreitar os laços de amizade e de compromisso com o Movimento Escoteiro”.

Alguns dos assuntos tratados foram: segurança nas atividades; o sistema Paxtu e o aplicativo Mappa, Diretoria Jovem Regional; assuntos polêmicos dentro do escotismo (como uniformes e questões religiosas/de espiritualidade); e jogos de tabuleiros como ferramenta de aplicação do método escoteiro. A noite ficou por conta do jantar temático dos anos 70 e, no domingo, além das reuniões por ramo e da reunião da Comissão e do Conselho Distrital, aconteceu uma palestra sobre o Jamboree Mundial de 2019.

Uma novidade desse ano foi a presença significativa dos jovens pioneiros do distrito, inclusive como facilitadores na oficina sobre o Paxtu: “Participar do Indaba aplicando uma base foi muito legal! Me senti útil para os chefes do distrito, principalmente por se tratar de um assunto em que eu realmente conseguia ajudar”, comentou Nathalie Biffe, jovem de 18 anos do Grupo Escoteiro Araraquara 21º/SP, que conduziu a oficina. Segundo ela, os participantes interagiram fazendo perguntas e dando opiniões, demonstrando interesse. A troca de experiências foi intensa e gratificante: “Falar com chefes que têm mais tempo de Escotismo do que a minha idade e, ainda assim, ser ouvida de igual para igual foi realmente muito bom! Se todos os jovens pudessem passar por isso, com certeza sentiriam um pouco daquele empoderamento tão buscado”.

Houve também jovens que foram como participantes do evento, como Lucas Bortholucci, também com18 anos e integrante do G.E. Araraquara: “O Indaba foi extremamente proveitoso para os pioneiros, pois, além de ser uma experiência agradável e diferente do padrão de atividades, foi um aprendizado de técnicas, desde comunicação e burocracia até segurança. Para nós, isso é extremamente importante, tanto para nossa formação pessoal quanto para nossas futuras funções como chefes.”

Na reunião foram lançadas também as redes sociais oficiais do distrito, que prometem dar um salto de qualidade na comunicação e na divulgação dos eventos para escotistas, dirigentes e jovens! Confira aqui a página do Facebook e o Instagram.

Depois de muito conteúdo, decisões importantes e do fechamento redondo do calendário do distrito, os participantes retornaram para suas casas empolgados e com a certeza de que há muito a fazer em 2018.

 

Fotos: Hugo Pires e Gabriela Molinari

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens