mmm


Projeto “Cor e Afeto” de escoteiros leva arte as paredes de São Paulo

9 de outubro de 2019

Há cinco anos o Grupo Escoteiro Almirante Tamandaré 46/SP realizou o projeto “Cor e Afeto”, que consiste em fazer pinturas nas paredes de escolas, praças ou locais que não recebem atenção, trazendo carinho e cor. O projeto foi colocado em prática em conjunto as atividades escoteiras Mutirão Nacional de Ecologia (MutEco) e Mutirão Nacional de Ação Comunitária (MutCom) nas comunidades ao entorno de sua sede. 

O projeto já foi levado para uma rua onde se tem o maior descarte de lixo e entulho nas margens da Represa Billings, para o CDC Jardim Regis –Vila Cheba, assim como uma Praça no Jardim Gaivotas, também na EE Prof. Benedito Celio de Siqueira e recentemente na EMEF Des. Teodomiro Toledo Piza, todos locais situados em comunidades desfavorecidas de recursos básicos no Grajaú, bairro da zona sul da cidade de São Paulo.

As pinturas realizadas nas duas escolas citadas acima gerou um impacto tão positivo e animador dentro da comunidade escolar que ecoou até o Município de São José do Barreiro/SP. O grupo foi convidado pelo artista plástico Helder Holiveira para realizar o mesmo projeto pelo Mutirão de Ação Comunitária de 2019 (MutCom), na pequena EMEF Fazendinha Mariana. “Simples pinceladas nas paredes de uma escola trouxeram muita felicidade e gratidão aos alunos e pais de uma escola no pé da Serra da Bocaina”, como a guia Maria Clara Amorim ressalta. 

A escotista Roberta Oliveira conta como foram recebidos: “Lá fomos muito bem acolhidos pelo Sr. Prefeito Alexandre Siqueira Braga, pela Secretária Municipal de Educação Marlene do Carmo Mariano Pena e pelos professores, funcionários, pais e alunos”. Ações como essa possibilitam a continuação do projeto do grupo e abrem portas para atividades futuras.

Saiba mais

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens