mmm


Recomendações da Equipe Regional de Saúde

1 de fevereiro de 2017

Vacinação – Declaração de Situação Vacinal

Considerando a importância da imunização para a saúde e as atividades do movimento escoteiro, recomendamos que o estado vacinal atualizado do adulto e do jovem seja observado.

Uma maneira prática de realizar esta avaliação é solicitar uma Declaração de Situação Vacinal, fornecida por Unidades Básicas de Saúde dos municípios para jovens e adultos voluntários.

Para consegui-la, basta levar o cartão de vacinação na Sala de Vacinação de qualquer Unidades Básicas de Saúde dos municípios. Os que precisarem atualização, já terão a oportunidade de atualizá-las.

Trata-se de uma recomendação e a sua não apresentação, NÃO pode impedir a renovação de registro e/ou participação em atividade escoteira.

 Ficha Médica

Recomendamos a realização de atualização da ficha médica periodicamente.
Na ficha, alguns pontos precisam de um pouco mais de observação:

– Ficha completamente preenchida e atualizada semestralmente;
– Informação do peso, atualizada;

– Especificar nome e telefones do contato;
– Informação de plano de saúde Atualizada, constando o número da carteirinha atual;
– Importante que o número do cartão SUS conste no campo “observações”. O Cartão SUS pode ser feito em qualquer Unidade Básica de Saúde dos municípios (levar RG e comprovante de residência).
– Medicamentos – vejam orientação específica.

Medicamentos

Medicamentos de uso continuo ou uso eventual (febres, dores, enjoos ou alergias) devem, necessariamente, ser descritos na ficha e acompanhados por receita médica datada de até 6 meses (no máximo), devendo ser renovada sempre que modificados medicamentos ou doses prescritas.

Importante: NÃO se deve administrar medicamentos sem receita médica em qualquer atividade escoteira.

Eventos

Para eventos, mesmo os de pequeno porte, utilizar as recomendações do livro ‘Padrões de Atividade Escoteira’.

O SAMU (ou serviço de ambulância local) e um serviço de atendimento de emergência/saúde de referência, devem ser comunicados da atividade programada.

Devem ser prestadas informações completas como:
– número de participantes estimados;
– sua faixa etária;
– descrição do tipo de atividade e horário de início e término (duração);
– localização definida em ‘google maps’ (sugerimos que o link de localização seja anexado ao comunicado de atividades a ser entregue;
– nome e dados de contato do responsável pela atividade.

Eventos de maior porte deve-se avaliar a necessidade de ambulância própria e profissional de saúde/estrutura de atendimento específica (seguindo legislação específica, resoluções de conselhos de classes profissionais, normas técnicas pertinentes para socorro/atendimento em eventos).

Caixa de primeiros socorros

A caixa de primeiros socorros deve conter itens básicos para o socorro inicial, até que o transporte especializado se dirija ao evento. E esta deve ser manuseada preferencialmente por algum profissional da saúde presente (escotista ou não).

Orientações gerais

Importante manter recomendações básicas para atividades semanais e atividades externas: filtro solar, protetor labial, uso de boné, hidratação frequente (água potável), uso de sapato fechado adequado ao terreno, alimentação leve entre refeições maiores…

Além do incentivo ao cumprimento da especialidade de prevenção em saúde e as demais da área.

Orientações do Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde reforça a orientação para que todos que moram ou que vão viajar para locais aonde foram registrados casos de Febre Amarela sejam imunizados contra a doença. As vacinas são disponibilizadas em Unidades Básicas de sua cidade. Informe-se.

Entre julho de 2014 e dezembro de 2016 foram notificados 783 casos da doença e 14 foram confirmados.

Saiba mais!

http://www.canal.fiocruz.br/destaque/index.php?id=3585

http://www.blog.saude.gov.br/index.php/geral/52271-ministerio-da-saude-tira-duvidas-dos-internautas-sobre-a-febre-amarela

Coordenação Regional de Saúde
Escoteiros do Brasil – Região São Paulo
saude@escoteirossp.org.br

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens