Escoteiros em Ação

Escoteiros em Ação! Semana 3/4/2017

3 de abril de 2017

Escoteiros fazem acampamento embarcado
Nos dias 18 e 19 de março de 2017 as Tropas Sênior do Grupo Escoteiro Indaiá – 235/SP e do Grupo Escoteiro do Mar Velho Lobo – 102/SP participaram de um acampamento embarcado. “A atividade foi um sucesso” apontaram os escotistas Sérgio e Gutemberg.A embarcação transportou 10 jovens pelo lago, proporcionando um momento inesquecível para os participantes.

A programação contou  com jogos aquáticos e a utilização de caiaques, montagem da balsa com o toldo, fogo de conselho, além de atividade de reflexão na manhã de domingo.

 

Escoteiros fabricam ovos de chocolate para doação

Jovens do Grupo Escoteiro Indaiá – 235/SP realizaram uma força tarefa com a ONG TriboFul do Bom, que trabalharam juntos na campanha Páscoa Solidária com a doação de ovos de chocolate para crianças carentes da comunidade local.

As crianças envolvidas deram um exemplo de solidariedade ao decidir fabricar os chocolates por elas próprias a serem entregues no dia 16 de abril.

Os escotistas que acompanharam a ação e a ONG mostraram-se muito satisfeitos com o resultado e o aprendizado pela prática, realizado pelos escoteiros.

 

Grupo escoteiro de encontro à comunidade

Dia 28 de março foi especial para o Grupo Escoteiro Uirapuru – 48/SP, da cidade de Santa Bárbara D´Oeste – SP, devido a realização do projeto piloto Encontro com a Comunidade.

O primeiro encontro teve o objetivo de servir as necessidades dos moradores locais utilizando o método escoteiro, usando a educação para oferecer uma maratona de oficinas educativas.

A primeira palestra foi sobre empreendedorismo com a palestrante Karina Alves, que pode orientar sobre sua a importância de forma lúdica e, por meio de dinâmicas, os participantes puderam tirar dúvidas e interagir com todos os presentes.

A próxima fase do projeto será a oficina de Tear que acontecerá na Estação Cultural, no dia 4 de abril, às 19h30, com inscrições gratuitas ao público geral.

Deixam também um agradecemos especial a parceria com a Fundação Romi que contribuiu com a comunidade através destes eventos.

 

3ª Gincana Sênior do 6º Distrito Escoteiro Parque do Carmo

No dia 25 de março, aconteceu a 3ª Gincana Sênior do 6º Distrito Escoteiro Parque do Carmo. A atividade foi realizada em São Paulo, no parque em questão, e contou com a presença de 51 jovens com o total de 10 patrulhas participando. A equipe campeã foi a Patrulha Dragão do Grupo Escoteiro Suçuarana – 283/SP.

 

Indaba do Ramo Escoteiro no 6º Distrito Escoteiro

No dia 2 de abril, o comissário distrital do 6º distrito escoteiro, Evandro, iniciou a reunião abordando o tema Progressão Escoteira e mostrou a importância do sistema e como funciona o processo de progressão, sempre com a troca de experiências entre o grupo. Ao final da apresentação, foi realizada uma dinâmica, onde os chefes presentes tiveram que apresentar um roteiro de atividades voltada às Insígnias de Interesse Especial.

Em seguida, Renato, do Grupo Escoteiro Suçuarana – 283/SP, falou sobre canções escoteiras e sua importância nas atividades.  Os escotistas puderam aprender a função de uma canção, como  aplicá-las e adaptá-las junto às tropas.

Silvia abordou o tema espiritualidade e como aplicá-la nas tropas, trazendo alguns relatos e exemplos de como esse assunto pode ser tratado com os jovens. Foi realizada uma dinâmica com os chefes, onde puderam refletir um pouco sobre a espiritualidade de cada um, mostrando que espiritualidade e religião são assuntos diferentes.

O tema atividades progressivas, atraentes e variadas e como aplicá-las foi abordado pelo Sandro do Grupo Escoteiro Minuano – 71/SP, onde foi demonstrado na prática como é possível trabalhar os artigos da lei escoteira durante um jogo. A forma como é apresentada a teoria aos escoteiros deve ser atraente para que eles aprendam se divertindo.

A reunião acabou com a apresentação do Renato sobre como fortalecer os monitores. Foram apresentadas as funções e responsabilidades dos monitores, sempre enfatizando a importância do sistema de patrulha.

Essa troca de informação e experiências, além do acréscimo de conhecimento e integração dos adultos, traz ferramentas para o desenvolvimento e crescimento do ramo escoteiro.

 

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens