Grupo escoteiro participa do Festival Indígena de Bertioga SP

Com a intenção de levar a tropa para ter contato com outras culturas, em especial com representantes dos povos originários, o
Grupo Escoteiro Grifo Caçador Atibaia 395/SP visitou o Festival Indígena de Bertioga SP.

Grande oportunidade para que durante a atividade, os jovens pudessem vivenciar a cultura indígena de várias etnias, como por exemplo:
Povo Guarani da Aldeia Rio Silveira, de Bertioga, Bakairi (Paranatinga – MT), Bororo (Rondonópolis – MT), Xavante (Campinápolis – MT),
Kaingang (Cândido de Abreu – PR), Kuikuro (Canarana – MT), Kalapalo (Canarana – MT), Fulni-Ô (Águas Belas – PE), Pataxó (Porto
Seguro – BA) e Terena (Aquidauana – MS).

 Foi uma Atividade muito especial, é impressionante como os jovens adoraram e ficaram animados em poder ter uma experiência única,
comentou a Chefe Daniele Pacheco da Tropa Escoteira.


O jovem Pedro Cavani de 12 anos, comenta que nunca imaginou que ser escoteiro o ajudaria tanto “hoje é um dia muito feliz para mim”.

O marco simbólico do Ramo Escoteiro é explorar novos territórios com um grupo de amigos, podemos afirmar que nosso objetivo foi alcançado
com sucesso, finalizou o Chefe Diógenes Branco – Diretor Presidente do Grupo Escoteiro Grifo Caçador. 

A Diversidade é sem dúvida uma grande incentivadora da empatia e do diálogo.


Texto de: Diógenes Branco

Rolar para o topo