Escoteiros de 18 a 21 anos promovem lives sobre o ECA

No Grupo Escoteiro Guarapiranga 62/SP, da cidade de São Paulo, os jovens de 18 a 21 anos do Clã Galahad prepararam uma programação especial de transmissões ao vivo nas redes sociais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que completou 30 anos em julho.

“Em conversa com a pioneira Geovanna Vitoria, surgiu a proposta de fazer lives com essa temática, contribuindo para fortalecer o sistema de garantia de direitos”, explica Fábio Meirelles, diretor-presidente do Grupo.

As transmissões estão ocorrendo no perfil @clagalahad.62 do Instagram e/ou na página Grupo Escoteiro Guarapiranga do Facebook desde o dia 17 e vão até 24 de julho, sempre às 19h. Especialistas foram convidados para desenvolver temas correlatos à infância e adolescência e a mediação das conversas é feita pelos jovens pioneiros.

Na quarta-feira, 22, quem falará é Vitor Pegler, ex-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca). Ele vai explicar como funciona o Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, que recebe doações de pessoas físicas e jurídicas via imposto de renda para financiar projetos, que podem ser submetidos inclusive por unidades escoteiras.

Na quinta feira, 23, o locutor será Carlos Churras, ex-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, abordando sobre seu funcionamento. Por fim, na sexta-feira, 24, o voluntário Fábio Meirelles tratará sobre “Democracia, Direitos Humanos e Escotismo”.

Rolar para o topo