mmm


Oficina: Projeto 1.000 Hortas

23 de abril de 2019

Você sabia que a Região Escoteira de São Paulo tem um novo projeto para trabalhar os conceitos de produção correta dos alimentos, preparo sem desperdícios e a alimentação balanceada e nutritiva? O 1.000 Hortas – Educação Ambiental e Alimentação Saudável é apoiado pela Fundação Cargill e vai ser desenvolvido ao longo de 2019 e 2020 com a comunidade escoteira e não escoteira.

A oficina do #1000Hortas na Casa do Escoteiro visa apresentar o projeto aos presentes e proporcionar uma vivência prática de como começar uma horta. O objetivo é que os participantes levem uma muda para casa e possam acompanhar o desenvolvimento de uma hortaliça que, no futuro, seja utilizada em receitas saudáveis. Dessa forma, crianças, jovens e adultos poderão estabelecer uma nova relação com os alimentos, mais sustentável, nutritiva e consciente.

Data: 18/05/2019 (sábado)

Horário: das 9h30 às 12h30

Local: Casa do Escoteiro de São Paulo “Carlos Battisti”

Rua Coronel Xavier de Toledo, 316, 3º andar, República, São Paulo/SP, próximo ao Metrô Anhangabaú

Estacionamento conveniado com desconto – Próx. LOJA MOVIDA – R. da Consolação, 293, Consolação, São Paulo/SP

Valor: R$ 10 período de 12h – Carimbe seu ticket na recepção do Escritório Regional

Inscrições via Meu Paxtu até 15/05/2019, ou até serem completadas todas as vagas

Quem pode participar: Lobinhos(as), Escoteiros(as), Seniores/Guias e Pioneiros(as), com registro escoteiro válido.

* Os Escotistas e Dirigentes que se inscreverem ficarão retidos na triagem do PAXTU e só serão liberados para inscrição, caso haja sobra de vagas dos membros juvenis. Fiquem atentos ao recebimento de e-mail com a confirmação da efetivação da inscrição.

Limite de vagas: 32

Todos os participantes devem levar, obrigatoriamente, no dia da atividade autorização assinada pelo responsável legal (no caso de menores de idade) e pela Diretoria da Unidade Escoteira Local (todos, menores ou maiores de idade)

Facilitadores:  

Raphael Raiza: Ingressou no Movimento Escoteiro como lobinho, em 1996. Como adulto voluntário, atuou como escotista nos Ramo Escoteiro e Pioneiro e como Diretor de Gestão de Adultos do Grupo Escoteiro Jean-Philippe Cousteau 173/SP, e também como Comissário do 14º Distrito Escoteiro. Atualmente trabalha no Escritório Regional de São Paulo dos Escoteiros do Brasil como Agente de Desenvolvimento e auxilia voluntariamente no Grupo Escoteiro Guaianazes 68/SP.

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens