mmm


Paulista participa do 1º Fórum Regional Escoteiro de Inclusão e Acessibilidade do RS

16 de abril de 2018

No dia 22 de março, aconteceu, no Rio Grande do Sul, o 1º Fórum Regional Escoteiro de Inclusão e Acessibilidade. No evento, estiveram presentes mais de 100 voluntários, jovens e convidados. Com tradução simultânea em LIBRAS, a atividade ainda produziu material em braille e ofereceu outros tipos de assistência para as diferentes deficiências.

O 1º Fórum Regional de Inclusão e Acessibilidade trouxe para debate as diversas visões sobre o tema, buscando a melhoria na receptividade e na convivência das pessoas com deficiência dentro do Movimento Escoteiro, maior movimento de educação não formal do mundo. 

“A aplicação bem sucedida das políticas e regulamentações relativas à inclusão das pessoas com deficiência depende, antes de mais nada, da conscientização de todos os indivíduos a respeito da diversidade humana e suas peculiaridades. Isso só pode ser alcançado a partir de um amplo debate com a participação dos envolvidos”, comentou Lilian Utembergue, membro do núcleo de Saúde da Região de São Paulo e uma das participantes do Fórum.

Foto: Cecilia Sautter

A mesa de abertura abordou avanços e desafios para a prática de inclusão das pessoas com deficiência. A Presidente dos Escoteiros do Brasil – Rio Grande do Sul, Cristine Ritt, falou sobre a Política de Acessibilidade e o compromisso da instituição com as melhores práticas de inclusão, bem como ações, inclusive de infraestrutura, que estão em andamento. A Política de Acessibilidade dos Escoteiros do Brasil – Rio Grande do Sul foi desenvolvida com base na Convenção dos Direitos da pessoa com Deficiência da ONU e na legislação brasileira (sabia mais sobre a política aqui)

O segundo painel apresentou as possibilidades de inclusão na educação sob diversos aspectos, incluindo a visão das instituições, bem como das pessoas com deficiência. Essa discussão contou com a presença de adultos voluntários do Movimento Escoteiro, uma pedagoga, um psicólogo mestre em educação e a Gestora de Comunicação e Projetos Sociais da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho.

O terceiro painel apresentou casos de inclusão de sucesso no Movimento Escoteiro e como a participação de todos é importante na construção de uma convivência respeitosa com as diferenças. Compuseram esse painel representantes dos Grupos Escoteiros Amigo Panda e Baden-Powell, de Caxias do Sul, do Grupo Acauã, de Erechim, e do Grupo Arno Friederich, de Porto Alegre.

No quarto painel, os anseios das famílias de pessoas com deficiência, suas expectativas e a importância de sua participação no processo de inclusão foram os temas abordados. Fizeram parte, além de voluntários do Movimento Escoteiro, o Presidente da Autismo & Vida, e o Presidente da Associação de Familiares e Amigos do Down.

Fonte: Escoteiros do Brasil – Rio Grande do Sul

Compartilhe
Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens

You have successfully subscribed to the newsletter

There was an error while trying to send your request. Please try again.

Escoteiros SP will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.